Qual a Melhor Glutamina do Mercado ( Optimum, Integralmedica, performance…)

  • Home
  • »
  • Qual a Melhor Glutamina do Mercado ( Optimum, Integralmedica, performance…)

Um dos suplementos mais comuns e conhecidos hoje, tanto nas academias como outros lugares é o suplemento de glutamina. Qual a melhor? Quando tomar? Quem pode tomar? Após análise dos suplementos de glutamina disponíveis criamos uma lista com os cinco melhores suplementos alimentares de glutamina, com critérios diferentes. Mas, em primeiro lugar, o que é a glutamina?

Ad

A glutamina é classificada como um aminoácido não essencial, pois, ao contrário dos aminoácidos essenciais, que não são sintetizados pelo organismo e devem ser consumidos, a glutamina é criada pelo corpo humano a partir de outros componentes da dieta.

Ela está presente em grandes quantidades no nosso organismo, sendo encontrada na sua forma livre no plasma e nos tecidos musculares, atuando então em muitos processos metabólicos do organismo, entre eles, a síntese de proteínas. Sua abundancia é tão grande no organismo que ela representa cerca de 20% do total de aminoácidos no plasma e mais de 60% no músculo.

Em alguns casos clínicos como estresses, traumas, câncer e esforço físico intenso, a Glutamina é considerada um aminoácido condicionalmente essencial. Além de ser um importante substrato celular, ela atua como fonte de energia, de nitrogênio e de carbono, para a síntese de outras moléculas (proteínas, células do sistema imune).

melhores glutaminas

O músculo esquelético é o principal local de produção e é o maior responsável pela manutenção dos níveis plasmáticos de glutamina.

Mesmo sendo tão abundante no organismo, como já foi dito, em certas situações onde o corpo passa por um momento de catabolismo excessivo, a síntese da glutamina não é suficiente para suprir a necessidade do organismo. Por isso que, é uma ótima alternativa o uso de suplementação da glutamina, contribuindo para os processos metabólicos e também garantir o aporte nutricional necessário.

Glutamina para que serve e os seus benefícios 

Quando há a suplementação de glutamina, a sua maior parte é absorvida em pelo intestino delgado. Sendo assim, uma das primeiras ações da glutamina é a manutenção da saúde do  intestino. Isso ocorre porque a glutamina garante que os substratos indispensáveis para a proliferação das células intestinais atuem, assegurando a absorção de outros nutrientes, prevenindo os estragos no intestino e normalizando a permeabilidade e as condições normais do órgão.

Outra ação importante feita pela glutamina é em relação ao sistema imune, onde esse aminoácido atua auxiliando na defesa do organismo contra doenças e infecções, além de contribuir para uma recuperação mais rápida dos tecidos.

A glutamina também pode aumentar os estoques de glicogênio. Estudos mostram que mesmo consumindo a glutamina com uma fonte de carboidratos, a glutamina sozinha pode aumentar a quantidade de glicogênio muscular.

Outro fato relacionado a atuação da suplementação com glutamina é visto em indivíduos cardíacos ou perto de cirurgias cardíacas, onde a glutamina se mostrou ser cardioprotetora, fato confirmado com suplementação oral.

glutamina peptídeo

Entre os diversos benefícios encontrados no uso da suplementação da glutamina pode-se destacar:

  • Melhora da recuperação muscular e redução da dor;
  •  Melhora na resistência;
  • Alto valor biológico, estimulando a síntese proteica;
  • É fonte energética para processos anabólicos, colaborando então para o ganho de massa muscular e metabolismo corpóreo;
  •  Melhora do sistema imunológico;
  •  Manutenção da massa muscular;
  • Melhora o humor e a memória;
  • Melhora a integridade intestinal.

Top 5 melhores glutamina

glutamina integralmedica
Glutamina IntegralMedica Isolates - Melhor do mercado

Quantidade:

1Kg

Dose Diária:

5g (1 colher medidora) com bebida preferida

Vegana:

Sim

glutamina importada
L Glutamina (300g) - Muscle Pharm - Melhor importada

Quantidade:

300 gramas

Dose Diária:

5g (1 colher medida) em até 100ml de água

Vegana:

Sim

glutamina max titanium
L Glutamina L-G, Max Titanium – Ótimo custo-benefício

Quantidade:

300 gramas

Dose Diária:

5g (1 colher medidora) em até 100ml de água ou bebida preferida

Vegana:

Sim *

glutamina black skull
L Glutamina Probiótica - Melhor em pó

Quantidade:

300 gramas

Dose Diária:

5g (1 colher medida) em 200ml de água

Vegana:

Sim *

glutamina probiotica
L Glutamina Sem Sabor Black Skull - Glutamina barata e boa

Quantidade:

300 gramas

Dose Diária:

5g (1 colher medida) em 150ml de água

Vegana:

Sim *

*os rótulos dos produtos apresentam a informação que PODE conter derivados de leite. Essa é uma medida tomada para cumprir recomendações da ANVISA, para auxiliar o público alérgico a encontrar as substancias que podem ou não ser consumidas por eles. No caso da nomenclatura ‘’PODE CONTER’’, significa que a indústria fabricante gera outros produtos que contém aquele ingrediente, havendo então o risco de ocorrer uma contaminação cruzada, onde o produto alergênico entra em contato ou por ar, ou por contato físico com um produto que não possua em seus ingredientes aquele alergênico.

Glutamina IntegralMedica Isolates - Melhor do mercado

A Glutamina Isolates da Integral Medica foi criada para ajudar na recuperação dos músculos, além de fortalecer consideravelmente o seu sistema imunológico. Se aplicada em conjunto com desporto promove ganho de força e ganho de massa muscular. Sua fabricante é uma marca tradicional no mercado, atuando há 30 anos, sempre inovando. Glutamina Isolates é altamente recomendada pois foi produzida com uma tecnologia de filtração e purificação para que o corpo possa absorver o aminoácido de maneira rápida sem desperdiçar. 

suplemento de glutamina integralmedica

Sendo assim, e por ser encontrada em sua forma 100% pura, garante a eficácia do suplemento, sendo esse o diferencial desse suplemento para os demais do mercado. Pode ser misturada com a bebida de preferência seja suco, shake de proteínas ou até mesmo água. É uma glutamina de qualidade, com um bom preço e que não deixa a desejar na sua eficácia.

Vantagens

  • Preço
  • Pode ser utilizado com água ou com a bebida de preferencia

  • Sem lactose

Desvantagens

  • Embalagem

Glutamina Muscle Pharm - Glutamina importada

A Glutamine da Muscle Pharm auxilia no aumento da glutamina no corpo, melhorando a absorção, a biodisponibilidade e a digestão. A Glutamine otimiza a saturação dos tecidos musculares devido aos 3 complexos diferentes de glutamina pura, além de acelerar a reidratação e promover recuperação e reconstrução do tecido muscular após os treinos mais intensos.

suplemento de glutamina peptídeo

A fabricante do produto é estrangeira, fazendo com que o produto seja importado para o Brasil, mas ainda assim, o valor do produto não é excessivo, pelo contrário, sendo um dos produtos com um ótimo custo qualidade.

Vantagens

  • Preço
  • Sem Lactose

Desvantagens

  • Recomendação a ingerir só com água

Glutamina L-G, Max Titanium – Ótimo custo-benefício

O suplemento de glutamina da Max Titanium é muito barato e que possui também uma ótima qualidade. Vai atuar de maneira eficaz no combate do catabolismo e na recuperação dos músculos, além de ajudar a evitar a fadiga e no controle do estresse.

Um ponto a reforçar é que esse produto é contraindicado para os alérgicos, pois o produto pode conter derivados de leite, ovo e soja, como foi explicado na tabela dos produtos em geral.

suplemento de glutamina max titanium

Outro ponto que Vale ressaltar é que esse tipo de glutamina livre não deve ser ingerido junto com alimentos, e deve-se dar a preferência de ingerir de 1 a 2 horas antes das refeições.

Vantagens

  • Preço

Desvantagens

  • Recomendação a ingerir só com água

  • Pode conter traços alergênicos


L Glutamina Probiótica - Melhor em pó

L-GLUTAMINE é um produto composto exclusivamente por L-Glutamina em pó́ solúvel, obtida a partir de fontes vegetais e com alto grau de pureza. A L-Glutamina Probiótica auxilia na ação contra o catabolismo, favorecendo o anabolismo, auxilia na síntese de proteínas, tendo também importante função na melhora do sistema imunológico.

Vantagens

  • Auxilia no aumento de energia e força muscular

Desvantagens

  • Disponível em poucos sabores

Glutamina Sem Sabor - Black Skull - Glutamina barata e boa

A Glutamine Turbo da linha Caveira Preta Series da Black Skull USA é um suplemento que proporciona, 2,5g de L-Glutamina por dose para auxiliar a saúde nos treinos ou esforços físicos. Mais 2,5g de Maltodextrina, para repor os estoques de glicogênio muscular e promover aumento de energia.

 Estudos comprovam que a queda de nutrientes está diretamente relacionada ao estresse físico ou mental, bem como mudanças drásticas as quais estamos expostos.

Vantagens

  • Preço
  • Adição de Maltodextrina

Desvantagens

  • Recomendação a ingerir só com água
  • Pode conter traços alergênicos

Quem pode tomar glutamina?

A suplementação da glutamina costuma ser orientada para pessoas estejam em situações que causam um estresse intenso ou depleção do sistema imunológico, pois, nesses casos, pode haver um déficit de glutamina no organismo, sendo então necessária a suplementação. Exemplos dessas situações são a prática de exercício físico intenso, algumas doenças infecciosas ou inflamatórias ou traumas.

Como sempre reforçamos, a suplementação de qualquer nutriente só deve ser feita com a recomendação de um profissional nutricionista ou médico. A glutamina é um aminoácido que o corpo já produz, não sendo necessária a suplementação para pessoas que não treinam intensamente ou não possuam alguma recomendação médica.

Os estudos apontam a eficiência da suplementação da glutamina para:

  • Quem pratica exercícios de média a alta intensidade e feitos em longa duração.
  • Pacientes com câncer que geralmente ficam debilitados, seja pela própria doença ou devido as reações à quimioterapia e os efeitos colaterais, e causam uma queda imunossupressora e alto estresse oxidativo, o que faz com que haja a redução dos níveis da glutamina plasmática, sendo então necessário realizar a reposição deste aminoácido, além de diversos outros fatores auxiliadores da glutamina em paciente oncológicos.
  • Pacientes portadores do vírus HIV por sofrerem uma depleção grave no sistema imunossupressor, fazendo com que o indivíduo fique desprotegido e mais suscetível a contrair infecções e outros vírus. Nesse caso, a suplementação de glutamina é essencial para diminuir essa queda tão grande da imunidade, causada pelo vírus.
  • Problemas intestinais, já que a glutamina ajuda na saúde do intestino equilibrando e fortalecendo as células intestinais e imunes ali presentes.

Ad

É possível sofrer de um déficit de glutamina?

Como já falamos acima, certas situações como estresse, tanto físico como emocional, lesões, doença ou desnutrição podem aumentar a demanda por glutamina ou diminuir sua síntese. Nesse caso, seria necessário suplementar este aminoácido. A deficiência de glutamina vai ocorrer mais frequentemente em pessoas com um estilo de vida ativo, como por exemplo, alguns estudos mostram uma diminuição significativa nos níveis de glutamina na corrente sanguínea após uma hora de exercício intenso.

Essa deficiência será relevante quando, além da vida ativa, o individuo possuir alguma das seguintes situações:

  • Doenças: sendo leves, como resfriados, gripe, gastroenterite, ou graves, como o câncer e HIV ou doenças crônicas, como a doença de Crohn, haverá perda de glutamina;
  • Alergias: seja qual for o estado que gere inflamação generalizada, esse quadro irá contribuir para um aumento do gasto de glutamina, para sintetizar células imunes e componentes da resposta inflamatória.
  • Lesões: a glutamina é essencial para a curar e cicatrizar feridas. Quanto maior o ferimento, queimadura ou fratura, maior a necessidade da glutamina.
  • Estresse psicológico: estar em uma situação psicologicamente estressante vai demandar um gasto maior de glutamina que será usado para formar neurotransmissores.
  • Má alimentação: dietas com uma apelação milagrosa, tendem a muito restritivas, fornecendo então uma quantidade insuficiente de aminoácidos. Ao combinar exercício intenso e uma dieta pobre em nutrientes, é bem provável ter falta de glutamina.
  • Exercício de alta intensidade: Atletas e praticantes de exercícios físicos possuem necessidades maiores de glutamina, pois os músculos estão constantemente crescendo e exigindo uma quantidade maior de energia do que o normal.

Como o déficit de glutamina se manifesta?

Os níveis de glutamina são considerados normais quando estão em torno de 600 µmol/L. Abaixo disso, surgem sintomas do déficit. Níveis abaixo de 200 µmol/L trazem um alerta para a presença de alguma doença grave. As manifestações mais comuns que indicam níveis baixos de glutamina são:

  • Maior frequência de infecções
  • Problemas gastrointestinais
  • Fadiga
  • Perda de massa muscular
  • Perda de peso
  • Dificuldade na cicatrização de feridas

Tipos de glutamina

Existem dois tipos de glutamina: L Glutamina e D Glutamina. A diferença é que os tipos variam no arranjo molecular, mudando a sua forma bioquímica. A mais conhecida é o tipo L glutamina que pode ser encontrada em alimentos e suplementos.

Suplemento de L glutamina

A L-glutamina é a forma ativa do aminoácido glutamina, ao contrário da D-glutamina, um composto inativo que não é usado na nutrição. Esta molécula pode ser usada na forma de pó, cápsulas ou comprimidos. Perde seus efeitos se for adicionado a outros alimentos (por exemplo, barras de proteína).

Peptídeos de glutamina

Esse tipo de suplemento é mais difícil de absorver do que a L-glutamina, porém, possuem maior estabilidade e podem ser colocados em barras e bebidas processadas. Na lista de ingredientes de certos suplementos, esse glutamina peptídeo  pode aparecer com nomes como “L-alanil-L-glutamina” ou “glicil-L-glutamina”

Embora a L-glutamina seja a forma mais biodisponível, ou seja, absorvida de maneira mais fácil, pode ser mais conveniente usar barras de proteína ou bebidas “prontas para beber”.

Formatos de glutamina

Glutamina em pó

A glutamina em pó é a mais recomendada pelo fato de haver uma absorção mais rápida do que as cápsulas, por exemplo. Além de que, é uma fora segura e a maioria dos suplementos oferecidos de glutamina são encontrados em pó. Outro pró de usar a glutamina em pó é o custo qualidade, já que a embalagem vem mais produto do que um pote de cápsulas.

Glutamina em cápsulas

A glutamina em cápsulas possui a facilidade e praticidade de levar e tomar a qualquer momento. Porem, o custo acaba saindo mais caro, já que a recomendação de uso é de 2 cápsulas entre as refeições, 30-45 minutos antes do treino e pós treino. Além disso, as cápsulas, por possuírem outros componentes, justamente para criar o envelope que leva a glutamina dentro, possui uma absorção mais lenta do que o pó.

Qual é o preço da glutamina e onde comprar? (aconselhamos a comprar na amazon)

A glutamina em geral é um substrato fácil de extrair e de produzir. Seu preço é econômico e depende muito da fama do fabricante para o preço subir. Mas, em geral, os preços encontrados vão variar entre R$ 40 e R$ 200 em um suplemento de glutamina. É vendido em farmácias, lojas de suplementos alimentares tanto físico como online, além de casas de produtos naturais.

Para encontrar uma variedade e poder comparar, além de conhecer a opinião de quem já utilizou aquele produto, a internet é o lugar onde serão encontrados os suplementos com melhor custo-benefício. Para compras online é sempre necessário um site seguro e confiável. Por isso, recomendamos sempre produtos que estão disponíveis na Amazon.com.br, por ser um site confiável e onde se encontram diversas avaliações dos produtos, garantido ao comprador escolher o melhor produto para seu objetivo.

Alguns alimentos ricos em glutamina 

melhores glutaminas

Os suplementos proteicos possuem boa quantidade de glutamina. Em geral, nenhum alimento possui a glutamina livre em sua composição. Mas, existem alimentos que sintetizam a glutamina. Os alimentos de origem vegetal possuem um alto teor de glutamina, principalmente carnes magras, ovo e leite e seus derivados. Estes alimentos possuem ácidos glutâmico, que são a valina e a isoleucina, aminoácidos esses que o organismo transforma em glutamina.

Alguns alimentos ricos em glutamina:

  • Carnes: De vitela, de porco, peixes e aves
  • Laticínios: Leite, queijo e iogurte
  • Verduras: Berinjela, repolho, espinafre e cenoura
  • Frutas: Mamão, feijão e missô (soja fermentada)
  • Outros: Tofu

É importante dizer que ao cozinhar esses alimentos, a glutamina presente neles se degrada, e assim é absorvida de forma menos eficaz. Para aumentar a ingestão desse aminoácido, deve-se comer esses alimentos crus, defumados ou curados. Uma dieta saudável possui cerca de 3 a 6 gramas de glutamina por dia.

Glutamina como tomar e qual a quantidade mais indicada 

A atividade física e a dieta feita pelo indivíduo vai fazer com que haja variação na forma de tomar a glutamina. Não existe um horário e quantidade exata. Um estudo mostrou que a quantidade diária que vai ser suficiente em uma dieta com baixo teor de proteínas, como por exemplo, pessoas com doenças intestinais, é de 5 gramas por dia.

A indicação de como tomar varia de fabricante para fabricante, mas, em geral, é recomendado diluir em água, entre 100 e 200 ml.

Como já foi dito, a quantidade a ser suplementada de glutamina vai variar para cada pessoa, por isso, a importância de ter acompanhamento com um nutricionista ou médico, para ele recomendar a quantidade para a sua exata necessidade.

Porém, é geralmente indicado a ingestão de 0,1 a 0,3 gramas de glutamina para cada quilo de peso livre de gordura, ou seja, o peso da sua massa muscular. Se quiser saber mais sobre a melhor forma de tomar glutamina, veja o nosso artigo "Glutamina como tomar".

Melhor horário para usar glutamina

O melhor horário para tomar a glutamina é relativo, podendo ser no pós-treino e em dias sem treinamento, tomada juntamente com qualquer refeição do dia.

Glutamina antes ou depois do treino

Dependendo do objetivo e da quantidade, a glutamina pode ser ingerida tanto como pré-treino quanto pós-treino. Para diminuir a fadiga e aumentar a performance, pode-se tomar 30 minutos antes do treino.

Agora, se consumida depois do treino, a glutamina vai atuar como repositora, já que houve um desgaste do musculo, devido ao desporto, e por consequência, ter níveis mais baixos dos aminoácidos.

Se ficar na duvida de qual o melhor horário, a sugestão é depois do treino, para repor o que foi perdido durante as atividades físicas de alta intensidade.

Glutamina em jejum

Uma boa estratégia para evitar a perda de massa muscular, o catabolismo, é fazer o uso de manhã de 3g a 6g de L-glutamina em jejum. Esse catabolismo pode ocorrer devido ao período de repouso, 6 a 8 horas, que nosso organismo passou, sem nenhum tipo de nutriente.

Glutamina efeitos e contraindicações

Por ser um suplemento alimentar, a glutamina não possui efeitos colaterais pra quem faz uso da mesma. Porém, como todo suplemento, o excesso nunca vai trazer benefício, e o uso em demasia desse suplemento traz alguns desconfortos estomacais, entre outras decorrências.

Quando a dosagem diária ultrapassa o limite recomendado de 40 gramas por um longo período, surgem efeitos sim. Por isso a importância de ter o acompanhamento profissional e fazer o uso apenas da quantidade que foi recomendada. Quando o uso acima do limite é prolongado, pode acontecer de haver alterações de outros aminoácidos no organismo.

Outros efeitos são:

  • Sobrecarga dos rins;
  • Prisão de ventre;
  • Gases;
  • Altera absorção de aminoácidos pelo intestino;
  • Redução da síntese natural da glutamina pelo organismo.

A suplementação de glutamina é contraindicada para pacientes com problemas nos rins e fígado, pois pode agravar essas patologias. Os indivíduos saudáveis, que mantêm uma dieta equilibrada e fazem exercícios físicos regularmente de pouca intensidade, não precisam fazer a suplementação, porque o organismo já consegue produzir a quantidade necessária de glutamina naturalmente.

Mesmo sendo um suplemento seguro para todos, algumas condições de saúde devem ter cuidado quanto ao consumo de glutamina, sendo feito apenas com orientação medica, como por exemplo:

  • Diabetes: A glutamina atual na gerando glicose. Então, nas pessoas com diabetes pode haver um aumento da glicose no sangue após a ingestão deste suplemento.
  • Cirrose: Se o indivíduo possui alguma doença no fígado, esse órgão não vai ser capaz de metabolizar o amoníaco gerado com o consumo de glutamina.
  • Gravidez e lactância: Não existem dados suficientes para assegurar que a glutamina seja segura para o feto ou para o bebê em período de amamentação. Por isso, é preferível evitar esse suplemento durante a gestação e a amamentação.
  • Problemas renais: Foi observada uma piora da insuficiência renal em pessoas de idade avançada que tomaram suplementos de glutamina.

Para obter melhores resultado, é possível combinar a glutamina com outros suplementos, como o BCAA e Whey . A melhor combinação é a com o proteina whey , pois a junção vai fortalecer as estruturas moleculares da glutamina. Mas para alcançar a combinação ideal, um profissional vai adequar, analisando dieta e pratica de exercícios físicos.

Glutamina+ Dextrose: Combinar esses dois suplementos potencializa a absorção de glutamina.

Por mais que a glutamina tenha uma melhor absorção ao ser consumida individualmente, é muito raro achar esse suplemento isolado. Normalmente os suplementos que acompanham a glutamina são o Whey Protein Concentrado, BCAA 2:1:1 e Creatina.

Perguntas frequentes 

Algumas perguntas geralmente pairam a mente de quem deseja iniciar o consumo de algum suplemento alimentar. Separamos algumas delas sobre a glutamina. Confira:

Glutamina engorda?

A resposta é não, a glutamina não engorda. E a principal razão é que ela é um aminoácido e os níveis calóricos são baixíssimos.

A suplementação de glutamina vai afetar apenas os músculos, e não vai agir nas reservas de gordura. Quando é encontrada a deficiência de glutamina, o organismo quebra fibras musculares para conseguir este aminoácido, o que causa uma perda de massa magra.

Glutamina emagrece?

A ação da glutamina não é emagrecer, ou perder peso, porém, por auxiliar no ganho de massa magra, ela influencia na perda de peso. Com a glutamina em níveis adequados no sistema, pode ocorrer a perda gordura e ganho de massa muscular.

Mas, é preciso lembrar que, ao passar por uma hipertrofia, tendo então o ganho de massa muscular como resultado, os números na balança podem subir, levando em consideração que a massa pesa mais que a gordura.

Como usar glutamina com água?

Como já foi dito mais acima, A indicação de como tomar varia de fabricante para fabricante. mas, em termos gerais, a recomendação dada é a de diluir em água, entre 100 e 200 ml. Observe o que vai indicar no rotulo do produto e adeque de acordo com a sua dose diária.

Por exemplo, se o fabricante diz pra utilizar 5 gramas, ou seja, uma colher dosadora para 100ml de água e a sua dose diária é de 15 gramas, a quantidade de água deve subir proporcionalmente a dosagem. Neste caso, 300ml de água.

Como usar glutamina em pó?

Complementando a resposta acima, alguns fabricantes sugerem o uso do pó da glutamina com a água, ou com uma bebida da preferência do indivíduo. O importante é seguir a proporção de glutamina para a quantidade de água.

Existe glutamina vegana?

Existem sim marcas de suplementos veganos sem origem animal. Essas marcas vão produzir glutamina livre de produtos animais. O pó, como dito antes, é a opção mais segura, porém, existem muitos produtos que são embalados em cápsulas de vegetais, caso deseje escolher o formato que vai melhor se adaptar a você. É importante lembrar de procurar pelo selo vegano de qualidade no suplemento que se deseja comprar.

Um fato muito importante a se destacar. Os rótulos dos produtos apresentam a informação que PODE conter derivados de leite. Essa é uma medida tomada para cumprir recomendações da ANVISA, para auxiliar o público alérgico a encontrar as substancias que podem ou não ser consumidas por eles. No caso da nomenclatura ‘’PODE CONTER’’, significa que a indústria fabricante gera outros produtos que contém aquele ingrediente, havendo então o risco de ocorrer uma contaminação cruzada, onde o produto alergênico entra em contato ou por ar, ou por contato físico com um produto que não possua em seus ingredientes aquele alergênico.

Tomar glutamina por muito tempo faz mal?

A resposta é que não faz mal. Isso porque a glutamina é um suplemento que proporciona saúde, bem estar e auxilia na performance. Ele pode ser consumido continuamente de acordo com as suas necessidades. Mas sempre atentando a dosagem que foi orientada pelo profissional de saúde. Respeitando o limite máximo de ingestão diária.

Ad

Resumo

Um dos suplementos mais comuns e conhecidos hoje, tanto nas academias como outros lugares é a glutamina. A glutamina é classificada como um aminoácido não essencial. Sua abundancia é tão grande no organismo que ela representa cerca de 20% do total de aminoácidos no plasma e mais de 60% no músculo. Mesmo sendo tão abundante no organismo, em certas situações onde o corpo passa por um momento de catabolismo excessivo, a síntese da glutamina não é suficiente para suprir a necessidade do organismo. Uma das primeiras ações da glutamina é a manutenção da saúde intestinal. Outra ação importante feita pela glutamina é em relação ao sistema imunológico. A glutamina também pode aumentar os estoques de glicogênio A suplementação da glutamina costuma ser orientada para pessoas estejam em situações que causam um estresse intenso ou depleção do sistema imunológico. A deficiência de glutamina vai ocorrer mais frequentemente em pessoas com um estilo de vida mais ativo. Os níveis de glutamina são considerados normais quando estão em torno de 600 µmol/L.  A glutamina pode ser encontrada em cápsulas, sachês e em pó.  Os alimentos de origem vegetal possuem um alto teor de glutamina, principalmente carnes magras, ovo e leite e seus derivados. A atividade física e a dieta feita pelo indivíduo vai fazer com que haja variação na forma de tomar a glutamina. É geralmente indicado a ingestão de 0,1 a 0,3 gramas de glutamina para cada quilo de peso livre de gordura. O melhor horário é depois do treino, para repor o que foi perdido durante a atividade de alta intensidade. A glutamina não engorda e não possui efeitos ou danos colaterais, porém, o excesso pode trazer malefícios. Normalmente os suplementos que acompanham a glutamina são o Whey Protein Concentrado, BCAA 2:1:1 e Creatina. Existem tambem marcas de suplementos veganos para quem deseja. Se quer saber mais sobre ganhar músculos, veja este artigo completo suplementos para ganhar massa

Qual é a melhor opção para você? Dá uma olhada no nosso artigo "Melhores marcas de suplementos"

SOBRE A AUTORA

Lylian Militão

Dra. Lylian, nutricionista com especialização em Nutrição Clinica e Saúde Pública. A sua paixão é a alimentação saudável e trabalha especialmente com a reeducação alimentar. Leva uma vida saudável e equilibrada para alcançar seus objetivos, e gosta de partilhar as suas dicas com os seus pacientes para que eles também alcançar os seus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}

Glutamine Isolates, IntegralMedica